Já há acordo entre os médicos e o Ministério da Saúde. O que devemos saber?