E se os diários de adolescência de Ana Galvão e Joana Espadinha fossem uma canção?