Cimeira de Vilnius coloca Ucrânia às portas da NATO "sem teorias de complot"